VIAPLUS TOP CX 4Kg – Viapol

R$23,00

Revestimento impermeabilizante, semi-flexível, bicomponente (A+B), à base de cimentos especiais, aditivos minerais e polímeros de excelentes características impermeabilizantes

Descrição

Características Técnicas

CARACTERÍSTICAS

COMPONENTE A

COMPONENTE B

Aspecto

Líquido

Cor

Branca

Cinza

Aspecto da Mistura (A+B)

Líquido viscoso cinza

ENSAIOS

RESULTADOS

Temperatura mín./máx. de aplicação

 10ºC a 35ºC

Período mínimo entre demãos

2 a 6 horas

Tempo de cura total

5 dias

Ambientes fechados 7 dias

Tempo de utilização da mistura (A+B)

40 minutos

Estanqueidade a pressão negativa

      0,1  MPa

Estanqueidade a pressão positiva

      0,6  MPa

ENSAIOS

RESULTADOS

NORMAS

Resistência à aderência no concreto – mínimo Mínimo 0,3 MPa ABNT NBR 13528
Resistência à aderência em alvenaria – mínima Mínimo 0,3 MPa ABNT NBR 13528

*Obs:. A secagem do produto esta relacionada às condições da temperatura climática e ambiente.

 

Normas

  • ABNT NBR 11.905: 2015 – Sistema Impermeabilizante composto por cimento impermeabilizante e polímeros;
  • ABNT NBR 9575:2010 – Impermeabilização – Sistemas e projetos;
  • ABNT NBR 9574:2008 – Execução da impermeabilização.

 

Instruções de aplicação

Preparação da superfície:

O substrato deverá apresentar-se limpo, sem partes soltas ou desagregadas, nata de cimento, óleos, desmoldantes ou qualquer tipo de material que possa prejudicar a aderência. Quando em estrutura de concreto recomenda-se a lavagem com escova de aço e água ou jato d’água de alta pressão.

 

Paredes de concreto no sistema moldado em obra devem ser previamente lixadas (manual ou mecanicamente) e lavadas a fim de propiciar limpeza e abertura dos poros e aumentar a rugosidade superficial do local a ser impermeabilizado.

 

Os ninhos e falhas de concretagem deverão ser tratados com argamassa de reparo estrutural EucoRepair VI 60 ou EucoRepair V50, garantindo assim resistências iguais ou superiores ao da estrutura reparada.

 

As tubulações deverão ser chumbadas com Viapoxi Adesivo Gel ou Viagraute na fase de concretagem, como também serem fixadas com flanges e contra flanges para um perfeito arremate da impermeabilização. Não poderá haver emendas das tubulações embutidas no concreto.

 

Em superfícies horizontais que terão a necessidade de escoamento de água, fazer a regularização com caimento mínimo de 0,5% em áreas internas em direção aos pontos de escoamento de água.

 

A argamassa de regularização deve ser preparada com argamassa de cimento e areia média, traço 1:3, utilizando água de amassamento composta de 1 volume de emulsão adesiva Viafix e 2 volumes de água para maior aderência ao substrato.

 

Esta argamassa deverá ter acabamento desempenado, com espessura mínima de 2 cm. Todos os cantos e arestas deverão ser arredondados para melhor acomodação do produto.

 

Nas áreas verticais em alvenaria, inicie o chapisco de cimento e areia média, traço 1:3, seguido da aplicação de uma argamassa desempenada, de cimento e areia média, traço 1:4, utilizando água de amassamento composta de 1 volume de emulsão adesiva Viafix e 2 volumes de água.

 

Aguardar a cura da argamassa de regularização no mínimo 7 dias antes de iniciar a impermeabilização.

 

Quando ocorrer jorros d’água em estruturas com influência do lençol freático, execute o tamponamento com cimento de pega ultra-rápida Pó2, após prévio preparo do local.

 

Teste de carga plena:

Em reservatórios e piscinas, executar teste de carga plena de no mínimo 72 horas, antes da preparação da superfície.

 

Preparação do produto

O produto é fornecido em dois componentes e estão fracionados para aplicação em forma de pintura:

Componente A (resina) – Polímeros acrílicos emulsionados;

Componente B (pó cinza) – Cimentos especiais, aditivos impermeabilizantes, plastificantes e agregados minerais.

 

Adicione aos poucos o componente B (pó cinza) ao componente A (resina) e misture mecanicamente por 3 minutos, dissolvendo possíveis grumos que possam se formar, obtendo uma pasta homogênea.

 

Após misturado os componentes A e B, o tempo de utilização desta mistura não deverá ultrapassar o período de 40 minutos, na temperatura de 25 °C. Passado este período não recomendamos sua utilização.

 

Aplicação em revestimento (traço em volume): 1 parte do componente A (resina) para 3 partes do componente B (pó). Use desempenadeira ou rodo. Para o uso da desempenadeira, aplique inicialmente uma demão com trincha no traço de pintura.

 

 

Ferramentas

Trincha ou vassoura de pelo.

 

Aplicação do produto

Saturar bem a superfície e aplicar as demãos necessárias para cada caso, conforme tabela de consumo.

 

As demãos deverão ser aplicadas no sentido cruzado, em camadas uniformes, com intervalos de 2 a 6 horas dependendo da temperatura ambiente até atingir o consumo especificado.

 

Em regiões críticas como ao redor de ralos, calafetar com mástique ViapolSela Junta, após a secagem completa do Viaplus Top.

 

Espalhe areia peneirada e seca antes da secagem da última demão do Viaplus Top, para melhor ancoragem da argamassa de proteção mecânica ou revestimento final.

 

Aguarde a cura do produto por no mínimo 5 dias antes do teste de estanqueidade e execução da proteção mecânica. Em ambientes fechados o período mínimo de cura é de 7 dias.

 

Em áreas abertas ou sob incidência solar, promova a hidratação do Viaplus Top por no mínimo por 72 horas.

 

Recomendações de uso

Em reservatórios após a cura total do produto, lave com água e sabão utilizando vassoura de pelo antes do primeiro carregamento de água para consumo humano ou animal.

 

Em piscinas e reservatórios de concreto, antes da aplicação do sistema impermeabilizante, execute teste de carga d’água por no mínimo 72 horas para acomodação da estrutura. Verifique o aparecimento de eventuais trincas e fissuras que podem ocorrer na carga total.

 

Nos rodapés, juntas de concretagem e meia cana, é recomendável reforçar o Viaplus Top com tela de poliéster Mantex Resinado entre a 1ª e 2ª demão.

 

Recomenda-se a utilização de argamassa de proteção mecânica no piso para aplicação em reservatórios de água, devido aos serviços de limpeza que estas áreas estão sujeitas.

No caso de assentamento do revestimento final sobre o impermeabilizante Viaplus Top utilizar argamassa colante AC III.

 

Proteção mecânica (se necessário)

Horizontal

Execute argamassa de proteção mecânica de cimento e areia traço 1:3, desempenada com espessura mínima de 3 cm.

 

Vertical

Sobre a impermeabilização, execute chapisco de cimento e areia, traço 1:2, seguido da execução de uma argamassa desempenada de cimento e areia média, traço 1:3, utilizando água de amassamento composta de 1 volume de emulsão adesiva Viafix e 2 volumes de água.

 

Restrições de uso

  • Não adicione em hipótese alguma água na mistura do Viaplus Top.
  • Deve-se evitar também a aplicação sobre marcações existentes como pinturas, termoplásticos e sobre outros tipos de impermeabilizantes não compatíveis.
  • Estruturas sujeitas a fissuração.
  • Sobre massa de regularização que contenha cal ou hidrofugo. Caso seja necessário, substitua por Viacal.
  • Áreas expostas às intempéries.
  • Produto formulado para reservatório de água potável ou estação de tratamento de água (E.T.A), não utilizar quando o pH for inferior a 6,0.

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Seja o primeiro a avaliar “VIAPLUS TOP CX 4Kg – Viapol”

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

TOP